Erros em site: conheça 5 que a sua empresa deve evitar!

Erros em site

Não é nenhum segredo, uma página bem construída é algo essencial para sua estratégia de marketing digital. Porém, alguns erros no site podem custar caro para sua empresa e sua presença online.

Eles podem minar a eficiência da sua página, reduzir o número de conversões e prejudicar o seu negócio seriamente. Continue a leitura, conheça alguns dos principais erros e aprenda como evitá-los, para obter os melhores resultados.

1. Não utilizar CTAs

O seu site anda apresentando menos conversões do que você gostaria? Talvez o grande problema seja a falta de um call-to-action (CTA ou, em bom português, chamada para ação).

CTAs são, indiscutivelmente, a parte mais importante de um website. Portanto, se você não tem um, é hora de providenciá-lo imediatamente.

Um bom CTA pode:

  • direcionar os usuários;
  • levar os visitantes a tomar a decisão desejada;
  • melhorar as suas taxas de conversão;
  • e, em última instância, ajudar o seu site a alcançar os objetivos definidos.

Por outro lado, um CTA genérico e mal posicionado fará pouco para chamar a atenção dos seus usuários.

Escolha um lugar de destaque, algumas cores chamativas e um texto irresistível para compor os seus calls-to-action e veja como os seus resultados vão melhorar em pouco tempo.

2. Não fazer testes A/B

Resumidamente, testes A/B consistem na experimentação de algumas alternativas para ver qual atrai mais interação e conversões dos visitantes do seu site. Como você pode imaginar, eles são muito importantes, já que conseguem obter dados reais sobre as expectativas do cliente e ajudam evitar erros em site.

Sempre que você cria 2 versões de um conteúdo, o teste A/B permite avaliar qual atrai maior engajamento e que tipo de melhorias devem ser implementadas na versão oficial do seu site. O simples ato de executar esses testes torna as suas versões finais melhores para os consumidores.

Outra grande vantagem dos testes A/B é que eles são simples de analisar e trazem resultados factuais. É relativamente fácil determinar qual layout é o vencedor com base em métricas simples e diretas, como tempo passado na página ou taxa de retorno.

Se isso não for o suficiente, você ainda deve ver os testes A/B como um recurso para testar tudo, não apenas calls-to-action e conteúdos. Fontes, ícones e imagens podem variar aleatoriamente e dar a você dados melhores sobre o que o cliente deseja acessar.

3. Incluir animações na abertura

Animações são uma péssima ideia se você quiser um site responsivo e altamente acessível.

O Flash é um plugin cada vez mais rechaçado pelos grandes navegadores devido às suas falhas de segurança. Por isso, ele é uma tecnologia que tem se tornado ultrapassada.

Além disso, ele não funciona em celulares nem em tablets. Portanto, se você incorporar uma animação no seu site, ela será inutilizável para todos os visitantes que tentarem acesso com um dispositivo móvel.

A sua usabilidade também não é das melhores. E, hoje, ter um site intuitivo e utilizável é importante para atrair e reter clientes. O Flash não pode ajudar nesse departamento.

Não há como identificar links clicáveis, fazer pesquisas ou pressionar um botão para voltar à página anterior. Além disso, motores de busca como o Google não gostam do Flash. Do ponto de vista do SEO, tê-lo em seu website só vai causar dores de cabeça.

É impossível indexar uma animação e, por isso, os crawlers do buscador nem tentam fazê-lo. Se o seu site for animado, ele estará invisível para a maioria das pessoas que procuram produtos e serviços em buscadores.

Um erro que costuma acompanhar o uso do Flash é a implementação de sons que começam a tocar automaticamente. Não faça isso de forma alguma!

A menos que você esteja tentando recriar um site do início dos anos 1990, a melhor opção é evitar a música de fundo. Ela geralmente afasta os visitantes e pode fazer com que o seu site fique mais lento.

4. Desprezar a experiência do usuário

A experiência do usuário (UX ou user experience) é como alguém se sente ao interagir com um produto digital e engloba vários fatores — controláveis, ambientais e outros que são apenas preferências dos usuários.

Esses fatores incluem:

  • acessibilidade;
  • desempenho;
  • design;
  • ergonomia;
  • interação humana;
  • marketing;
  • usabilidade;
  • e utilidade.

Desprezar a experiência do usuário é um erro que você não quer cometer. Em termos de design, ela é tão importante quanto a identidade visual, e negligenciá-la pode resultar em um site descuidado e ao qual as pessoas não retornarão.

É o desenvolvimento de uma boa experiência do usuário que faz as pessoas voltarem ao seu website. Assim, a UX é fundamental para empresas, pois o site é a 1ª impressão que muitos dos seus clientes têm (e, cá entre nós, ela precisa ser impecável).

Afinal, quando o assunto é falha na User Experience, os problemas são facilmente perceptíveis, e eles criam uma conexão emocional negativa com os usuários, que dificilmente pode ser desfeita.

5. Deixar de se preocupar com SEO

A maioria dos empresários sabe o que é SEO e qual é a sua importância para um website. Mas nem todos eles sabem como fazer para otimizar o conteúdo das suas páginas. Deixar a preocupação com SEO de lado pode ser fatal, mesmo porque rankings de buscadores são extremamente relevantes para qualquer negócio.

Vamos considerar o óbvio: o SEO é um processo fundamental, pois estar no topo das buscas do Google em seu nicho de mercado é uma conquista valorosa. É ali que pessoas a procura de produtos e de serviços se conectam com provedores desses bens e dão início à sua jornada pelo funil de vendas.

Você já pesquisou no Google pelo site dos seus concorrentes? Como eles estão posicionados? Melhor ou pior do que o seu negócio?

Há grandes chances de eles já terem começado a investir em SEO. E quanto mais a sua empresa negligencia essa área, mais vantagem competitiva ela perde. Por isso, comece a otimizar a sua página agora mesmo!

No mais, mantenha o seu site simples o suficiente para que ele seja atraente e faça muitos testes — antes, durante e depois do seu lançamento —, para garantir que tudo está funcionando de maneira adequada.

Conhece outros erros em site que não entraram nessa lista? Conte para a gente nos comentários!

Posts relacionados

As 7 métricas de marketing digital fundamentais qu... As métricas de marketing digital são ferramentas essenciais. Afinal, elas podem revelar a eficiência das campanhas e auxiliar no direcionamento de uma...
Gerente de Vendas e Marketing: 6 competências dess... Sabemos que, para uma empresa crescer e ter sucesso, seus setores precisam trabalhar de forma harmônica. Contudo, na prática, nem sempre é assim. Não ...
Marketing Digital e Inbound Marketing: como implem... Marketing Digital e Inbound Marketing são dois termos cada vez mais ouvidos no meio empresarial e são muito mais do que uma moda passageira: com resul...

Comentários

comentários