Como é o processo de criação de um site?

Criar um site pode soar como uma tarefa assustadora, especialmente para quem não possui experiência. Se você precisar ir além das funções mais básicas, provavelmente vai querer trabalhar com um profissional experiente em web.

No entanto, é sempre interessante entender os procedimentos em um projeto assim. Tendo em mente as necessidades da clientela e todas as funcionalidades que uma página na internet pode oferecer, é possível alinhar as expectativas para um resultado eficiente ou até mesmo gerir seu próprio site.

Para ajudá-lo nessa tarefa, listamos neste post alguns passos fundamentais para você saber como funciona a construção de um site. Confira:

Defina o público que pretende atingir

Ninguém visitará seu site, usará um aplicativo ou comprará seus produtos a menos que eles ofereçam valor. Para criar um bom conteúdo, você precisa entender quem é seu público-alvo e que tipo de informações eles valorizam. Faça as seguintes perguntas:

  • “Com quem você fez seu melhor trabalho no passado?”

  • “Você tem acesso fácil a esse tipo de mercado ainda hoje?”

Isso irá definir seu público-alvo com base em informações que você já possui.

Você não pode ser tudo para todas as pessoas. Portanto, se quiser ganhar negócios e criar um site bem-sucedido, terá de ser o melhor em seu setor e para um nicho específico do mercado.

Conheça a concorrência antes de criar um site

Já se foram os dias em que as empresas podiam operar em segredo. As tecnologias modernas tornaram a obtenção de informações sobre a sua concorrência mais fácil do que nunca, e a internet torna relativamente simples ver o que a competição anda fazendo e realizar análises profundas.

Muitas pessoas, entretanto, esquecem de fazer isso antes de lançar o próprio site. E o que acontece nessas situações? O produto final ainda pode parecer bonito, mas raramente será a plataforma ideal para os seus clientes.

Lembre-se que seu site é a presença virtual da sua marca e, muitas vezes, o primeiro ponto de contato das pessoas com o seu negócio. Por isso, a falta de análise de sites concorrentes pode parecer um problema menor, mas aqueles que o fazem transformam pequenas diferenças em vantagens significativas ao longo do tempo.

Apenas uma boa análise ajudará a criar um site mais bonito, útil, intuitivo e lucrativo do que o de seus principais concorrentes, então não pense em pular esta etapa. Assim como a análise competitiva é um elemento-chave do sucesso comercial, o mesmo se aplica ao projeto de um bom site.

E o que é um bom site? É aquele que é gera resultados para a sua empresa. A análise competitiva ajuda com isso, permitindo a você detectar fraquezas nos sites de seus concorrentes, aspectos bem resolvidos e oportunidades para obter vantagens estratégicas.

Por isso, verifique a competição antes de começar a planejar seu site. Você poderá ter ideias brilhantes assim.

Estabeleça o conteúdo do website

Agora que você já sabe para quem quer construir a sua página e o que precisa constar nela, é hora de decidir o que o seu site vai dizer. Descobrir isso pode ser difícil e é uma das principais razões pelas quais as pessoas adiam a criação de seus próprios websites. Entretanto, a boa notícia é que você não precisa enchê-lo de informações.

Um bom website de negócios funciona melhor quando é simples, tem o mínimo de texto possível e apenas uma opção em cada página. Sites de negócios também tendem a seguir um formato padrão, usando quatro páginas essenciais: início, biografia (conhecido como “sobre nós”), produtos/serviços e contato.

Trabalhando em cima desse modelo, fica fácil pensar em como estruturar as informações de sua empresa, unindo conteúdo textual a imagens relevantes.

Registre um domínio

Um nome de domínio é uma URL amigável que as pessoas podem digitar em seus navegadores para chegar ao seu website, como google.com.br, facebook.com (que tem sua variante simplificada, fb.com) e wikipedia.org.

Um nome de domínio é uma marca valiosa para o seu site e torna mais fácil para que as pessoas se lembrem de como chegar até ele.

Normalmente, eles têm um custo fixo por ano e podem ser registrados em vários websites (como o registro.br), além de, na maioria dos casos, existir a possibilidade de obter domínio e hospedagem (sobre a qual falaremos melhor no próximo tópico) do mesmo fornecedor por uma oferta especial.

Escolha uma empresa de hospedagem

A hospedagem web é como um aluguel de espaço onde você pode incluir páginas, imagens, documentos e outros recursos necessários para exibir o seu website. Ela utiliza um servidor web onde esses recursos são armazenados para que outros possam acessá-los de onde quer que estejam. Para criar um site completamente funcional, você precisa hospedá-lo em algum lugar — e é aí que entra a importância de selecionar um bom fornecedor.

Existem vários tipos de hospedagem que você pode escolher e até mesmo algumas opções gratuitas. Essas, entretanto, têm suas limitações como: um limite de espaço no servidor, a obrigação de exibir anúncios ou um número máximo de acessos por mês.

Para sites profissionais o recomendável é escolher uma hospedagem que atenda as necessidades da sua empresa, seja capaz de armazenar tudo que ela precisa para que seu website funcione e tenha tempo de disponibilidade (percentagem de tempo online) e largura de banda (taxa de transmissão) altos.

Divulgue seu website

Você quer construir seu conteúdo da web para que seja atraente para os motores de busca e garantir que ele esteja de acordo com as melhores práticas dos sites de pesquisa, certo?

Uma das formas mais desejáveis de promover seu site é pela otimização de mecanismos de busca, também conhecida como SEO. Isso acontece porque o SEO permite que seu site seja encontrado por pessoas que estão procurando informação, serviços e produtos que a sua empresa pode fornecer.

Outros recursos que podem ser utilizados para promover seu conteúdo são o boca a boca, o uso de marketing por e-mail, as mídias sociais e formas mais tradicionais de publicidade, como anúncios e mídias impressas.

Faça a manutenção de seu website

Mantenha seu site, atualize-o e cuide dele. Adicione novos conteúdos regularmente e verifique sempre o conteúdo antigo. Nunca deixe de questionar a eficiência do seu site. Afinal, a garantia de qualidade é um processo.

Continue validando, verificando e testando os documentos, conteúdos e design repetidas vezes para atingir o sucesso, sempre pensando em como o cliente pode reagir a cada mudança.

E aí, conseguiu entender como é criar um site? Se tiver alguma dúvida sobre os tópicos abordados aqui, não deixe de se manifestar nos comentários!

 

Posts relacionados

Como escolher o melhor profissional para fazer o s... Marcar presença na internet é certamente um diferencial para empresas de todos os portes e em qualquer ramo de atuação, não acha? Isso porque, com ...
Quais as vantagens de criar um aplicativo para sua... O que você vai fazer hoje para aumentar as vendas da sua empresa? Essa certamente não é uma pergunta fácil de responder, mas, ainda assim, tira o sono...
Desenvolvimento de sites: qual a importância de te... Quando for criar a página da sua empresa na internet, exija sempre total autonomia sobre ela. O desenvolvimento de sites é uma área com empresas de to...

Comentários

comentários